Vamos falar de Coaching?

Vamos falar de Coaching?

  • Categoria: Coaching
  • Encontro 26-08-2019

Temos muitos profissionais dessa área no mercado, e que bom, mas temos um grande número de pessoas que ainda não sabem do que se trata essa metodologia chamada Coaching. O processo de Coaching a meu ver é uma poderosa ferramenta a qual, Coach (profissional) e Coachee (cliente) se unem, doando o melhor de si e cocriando uma nova situação almejada pelo Coachee. É um maravilhoso fenômeno de encontro de almas, aonde Coach respeita profundamente a história apresentada pelo Coachee e através de técnicas e ferramentas poderosas, chegam ao resultado pretendido. Nesse processo é necessário estar disposto a despir-se de conhecimentos antigos e crenças limitantes e abrir-se para o novo, abrir-se para aquilo que transforma de forma sólida! A sacada não apenas alcançar metas, mas mudar a essência, o modelo mental, os hábitos para uma vida plena, equilibrada e feliz. O mais instigante nesse processo é que cada ser humano é único e trás consigo uma história, uma percepção de vida e de mundo, crenças e valores diferentes uns dos outros e isso é maravilhoso, haja vista que independente de quem seja o Coachee, é possível quebrar barreiras, ir além, mudar o mindset e tornar-se uma pessoa melhor para si própria e para o mundo. Pensando profundamente nesse processo, é uma bênção perceber que, nós, os profissionais da área, somos veículos transmissores de novas informações, perguntas inquietantes, provocando a real mudança e motivando para a ação. Esse processo evolutivo ao qual fazemos parte é surpreendente! Somos capazes de mudar a realidade em que vivemos, seja qual for, com a alteração de atitudes, transformando a rotina em algo produtivo, pró ativo, e o melhor, reverberando em quem está a nossa volta. O mundo muda quando a gente muda! Essa poderosa forma de pensar, que podemos ser o que quisermos, pois só depende de cada um de nós, é fantástica! E muito além da busca de resultados, o mergulho no “ser” e o profundo autoconhecimento e autodesenvolvimento transcende todas as limitações e o “ter” é apenas consequência de quem nos tornamos!

Compartilhar isso

Comentários