O que é coaching e qual sua diferença para psicologia?

O que é coaching e qual sua diferença para psicologia?

  • Categoria: Coaching
  • Encontro 26-08-2019

Milhares de alunos se formam em institutos de coaching todos os anos no Brasil. Embora a prática esteja muito difundida, ainda é alvo de muitas dúvidas e concepções errôneas. Confira abaixo a resposta para algumas das dúvidas mais frequentes sobre coaching: O que é coaching? Em inglês, o termo ‘coach’ se refere a um professor, tutor ou mentor. Daí deriva o termo ‘coaching’: ato de guiar e aconselhar alguém. De acordo com a Oxford Brookes University, o coaching é uma “ferramenta para desenvolvimento pessoal e profissional”.O presidente da Sociedade Latino-americana de Coaching (Slac), Sulivan França, diz que o coaching utiliza uma metodologia estruturada para “construir um planejamento estratégico para o indivíduo atingir seus objetivos”. Estes fins podem ser tanto pessoais quanto profissionais. O que faz um coach? Ainda segundo França, o coach mostra para seu aluno quais são as mudanças comportamentais e temperamentais que ele deve fazer de modo a alcançar um determinado objetivo. O coaching trabalha apenas com ferramentas e técnicas pré-conhecidas focadas no aspecto comportamental, diz Hayff Machado, assessora jurídica do Instituto Brasileiro de Coaching. “Existe uma técnica chamada ‘roda da vida’ na qual o coach te pede para avaliar cada esfera da sua vida com uma nota de 0 a 10”, exemplifica Machado. “Então, ele te pergunta o que você quer mudar e como você pode fazer. O aluno é quem decide”. Coaching é terapia? Segundo França, o processo de coaching não tem nada a ver com o processo terapêutico, que trabalha no sentido do presente para o passado. Isso porque o coaching trabalha no sentido do presente para futuro: quais mudanças comportamentais devem ser tomadas agora para se atingir um objetivo? Ainda, o IBC reforça que o coaching não deve ser confundido com terapia: “Em termos práticos, o trabalho do profissional Coach é breve e focal, orientado para o atingimento de metas específicas e o desenvolvimento de competências. A psicologia, por sua vez, está diretamente ligada à saúde mental.” Coach é psicólogo? Um coach não é psicólogo, mas um psicólogo pode ser um coach. Sendo assim, o Conselho Federal de Psicologia (CFP) emitiu nota orientativa apontando que cada profissional registrado no respectivo Conselho Regional de Psicologia (CRP) deve, “ao utilizar o coaching na sua prática profissional, seguir rigorosamente os princípios fundamentais e artigos do Código de Ética Profissional do Psicólogo”. Além disso, a nota do CFP alerta que “qualquer profissional que não esteja inscrito no CRP, e que se utilizar de métodos e técnicas privativas da(o) psicóloga(o) durante sessões de coaching, ou que desenvolva, de alguma forma, atribuições restritas à psicologia, estará incorrendo em exercício ilegal da profissão. Muitos profissionais podem ter formação em coaching e, inclusive, psicólogos. No entanto, uma vez que coaching não é terapia, o IBC recomenda que “na dúvida entre um psicólogo e um coach, para qualquer problema emocional ou mental, o psicólogo deve ser escolhido”. Coaching é uma profissão regulamentada? O coaching ainda não possui regulamentação no País. O Projeto de Lei nº 5554, de 2009, dispunha sobre a regulamentação da prática, mas foi arquivada em 31 de janeiro de 2011. Atualmente, o Projeto de Lei nº 174, de 2017, tramita no Senado e propõe a regulamentação do “exercício da profissão de terapeuta naturista”. Entre as modalidades de terapias naturais não orientais, o texto cita o coaching como “terapia de aconselhamento”. Na contramão do PL 174/2017, um cidadão de Sergipe fez uma Sugestão Legislativa por meio da plataforma e-Cidadania para criminalizar a prática de coaching. Como recebeu mais de 20 mil assinaturas, a medida deverá ser discutida pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa. O senador Eduardo Girão (PODE/CE) havia sido escolhido para a relatoria, mas a devolveu para redistribuição. Onde um coach pode trabalhar? Além de atuar na formação de outros coaches, o coach pode trabalhar com clientes individuais ou até com equipes empresariais inteiras. De acordo com o IBC, empresas globais “têm apostado em culturas organizacionais de alta performance a partir da criação de áreas especializadas em Coaching”.

Compartilhar isso

Comentários